Pois é, minha gente. Estou aqui pulando de alegria. Quase morrendo do coração por que, meu Deus, eu ganhei o que eu tanto queria.
A trilogia Jogos Vorazes disputa com Percy Jackson e os Olimpianos para decidir quem é a minha favorita. Sou completamente apaixonada pelas duas, e nada nesse mundo me faz mudar de ideia. Como já tenho todos os livros do Percy Jackson, inclusive os Guias e Diários, decidi que nesse natal o presente seria de Jogos Vorazes. Além do meu broche de Tordo que comprei esses dias - e que ainda está para chegar - comprei meu box lindo e perfeito com os três livros <3 E chegou super rápido! Se eu tô pirando? Sim, claro, com certeza ou obviamente? Sem falar que tem coisa melhor do que ganha livros?!


Suzanne Collins é autora da série Jogos Vorazes, um bestseller do The New York Times. Os três volumes da história alcançaram o topo das listas dos bestsellers em todo o mundo, foram traduzidos para mais de vinte idiomas, publicados em mais de quarenta países e adaptados para o cinema, tendo Jennifer Perfeita Lawrence, Josh Perfeito Hutcherson e Liam Não Gosto Dele Mas O Acho Lindo Hemsworth nos três papeis principais. Suzanne começou escrevendo roteiros de programas no canal Nickelodeon, até dar uma parada para escrever essa maravilhosidade que é Jogos Vorazes.
Se quiser ler mais algo, clique em "Mais informações", por favor.



Stephenie Meyer - autora da Saga Crepúsculo - disse: "A história me fez passar várias noites em claro porque, mesmo quando terminava de ler, ficava acordada pensando. Jogos Vorazes é surpreendente!". E concordo cem por cento com ela. O primeiro livro, sendo o início de tudo, traz consigo a curiosidade de saber sempre mais sobre o assunto. Uma curiosidade muito importante sobre os três, é que ambos são divididos em três partes, contendo sempre 27 capítulos. A história, narrada por Katniss Everdeen (Distrito 12), prova o quanto Suzanne é detalhista, atenciosa com cada cena. 
Contando um pouco mais da história, basicamente, Panem é um país formado por 12 (antes 13) distritos e sua capital. Houve uma guerra, uma grande guerra, dos distritos contra a capital, e o resultado foi o distrito 13 destruído a capital vencedora. 
Como tributo por tal guerra, a capital criou os Jogos Vorazes. Cada distrito deve mandar dois jovens, entre 12 e 18 anos, menino e menina, para a Capital. Lá, aprendem técnicas de luta, treinam, até chegar o dia que devem ir á arena, e, assim, lutar até a morta para que haja apenas um vencedor - ou, melhor dizendo, sobrevivente. Este será motivo de orgulho para seu Distrito. Os jogos tem o bordão, se não lema, que diz assim: "Bons Jogos Vorazes, e que a sorte esteja sempre a seu favor!".
Na 74ª Edição dos Jogos Vorazes, Primrose Everdeen, irmã de Katniss, colocará pela primeira vez seu nome para a colheita. E, por azar, Effie Trinket tira seu nome no sorteio, sendo assim, Prim é escolhida como Tributo. Mas, por pura proteção e amor a irmã, em um ato de coragem, Katniss se oferece como tributo para ir no lugar da irmã.
Sendo isso permitido, Katniss vira tributo. No momento de se escolher o garoto que vai á arena, o nome de Peeta Mellark (personagem interpretado por Josh Hutcherson) é tirado do globo de vidro.
A história se segue. Eles entram na arena. E lutam até a morte. Sendo que, no final, a regra de que apenas um tributo saia vencedor é revogada. E como Peeta e Katniss são sobreviventes, ambos vencem os Jogos Vorazes.


Em Chamas é tão bom quanto o primeiro. Nele, acontece a 75ª Edição dos Jogos Vorazes, o 3º Massacre Quaternário. O que significa que, desta vez, dois tributos já vencedores das edições passadas teriam de voltar á arena. Katniss e Peeta, então, voltam. 
Nesse livro, Katniss demonstra ainda mais sua dúvida entre Peeta e Gale (personagem interpretado por Liam Hemsworth).
Mas algo está errado. Desta vez, não haveria a opção de saírem dois vencedores. E, assim, Katniss jura para si mesma que Peeta sairá vivo, e Peeta promete com todas as suas forças que salvará Katniss. 
A forma como Suzanne detalha cada cena, faz com que nos passe toda a história por nossa cabeça. Imaginasse cada detalhe, cada expressão. Ás vezes, é capaz de se sentir a dor que o personagem sente. 
Em Em Chamas, acontece a última Edição de Jogos Vorazes. Katniss destrói a arena, com uma flecha ligada á um fio com energia, e um aerobarco a captura. O aerobarco é comandado por Plutarch - ou Plutarco, dependendo da tradução. Plutarch é um dos líderes de uma grupo secreto que tem planos contra a capital. Peeta é capturado pela capital. O livro termina com a frase dita por Gale: - Katniss, o Distrito 12 não existe mais.


Esse é o meu preferido, sem dúvidas. A Esperança não traz o que a maioria gosta, as aventuras da arena, mas traz uma visão mais adulta de toda a história. Mostra uma Katniss amadurecida, um Peeta torturado pela capital e um Gale o qual eu simplesmente odeio. 
É nele que aconteceu uma grande batalha contra a capital. É nele que se descobre que o Distrito 13 não foi destruído - apenas foi reconstruído em um mundo subterrâneo. Nele que é provado o tanto de amor que Katniss sente por Peeta. 
Não vou contar a história, nem fazer resenha, nem nada disso. Contei dos outros por que os filmes já foram lançados, e provavelmente eu não contei nada além do que já soubessem. Mas, como A Esperança ainda nem foi lançado o trailer (apenas algumas fotos dos bastidores) deixarei vocês que não leram os livros com curiosidade. 
Deixarei apenas um spoiler, de um trecho que é o meu preferido do livro, se não for da trilogia inteira. Katniss narra: Peeta e eu voltamos a conviver. (...) Acordo de pesadelos com bestantes e crianças perdidas. Mas seus braços estão lá para me consolar. E por fim, sua boca. Na noite em que sinto aquela coisa novamente, a ânsia que tomou conta de mim na praia, sei que isso teria acontecido de um jeito ou de outro. Que aquilo de que necessito para sobreviver não é o fogo de Gale, aceso com raiva e ódio. Eu mesma tenho fogo suficiente. Necessito é do dente-de-leão na primavera. Do amarelo vívido que significa renascimento em vez de destruição. Da promessa de que a vida pode prosseguir, independentemente do quão insuportáveis foram as nossas perdas. Que ela pode voltar a ser boas. E somente Peeta pode me dar isso.".
Sou chorona mesmo e já estou chorando só de reescrever isso.
Jogos Vorazes é sem dúvida uma das história mais emocionantes que já li. E pretendo ler de novo, e de novo, e de novo, e de novo...
É isso gente. Espero que não fiquem com raiva do trecho que coloquei ali, mas é por que eu realmente amo muito ele. xoxo,


Deixe um comentário