Fazia um tempinho que eu não me deparava com algo pela nossa querida internet, mas hoje a coisa chegou de uma forma que eu não me aguentei, não.
Estava no Facebook nesta sexta-feira (20) linda, morta de feliz com a semana cansativa que acabou, e esbarro com um post nada tranquilo, nada favorável.

clique em "ver mais" e fique tão chocado quanto eu.

Ler isso me provocou milhões de reações. A primeira delas foi sentir nojo mesmo, por ainda ter que lidar com pensamentos do tipo. A segunda certamente foi rir, rir muito, pois eu não fazia ideia do tamanho regresso que estamos vivendo. Decidi trazer o show de comédia que este post é com algumas passagens que eu achei hilárias. 
A risada começou na apresentação do manifesto, que já de início traz um cunho religioso. A sua #SantaIndignação inclusive traz curiosidade ao leitor para permanecer lendo o seu protesto. A que ousadia da propaganda, não? Eu gostaria até de ler, se houvesse, o manifesto dela contra aquela propaganda da O Boticário com os mais diversos tipos de casais, se lembram? 
A moça ainda descreve os comerciais e depois manda o fragmento que eu ri mais: "Nós que conhecemos a Verdade imutável da Palavra de Deus não podemos ficar calados. Temos que #boicotar essa loja e mostrar nosso repúdio.". Não sou muito ligada naquelas coisas que estão escritas na Bíblia, mas nunca ouvi dizer que lá vinha escrito que tipo de roupa o homem e a mulher deviam usar. Em todas as peças em que eu assistia quando era criança, tanto na Páscoa quanto no Natal, Jesus, na minha opinião de criança atenta, sempre usou vestidos lindos e sandálias gladiadoras. E agora, a moça da publicação me vem com essa de que um tipo de roupa é para um tipo de gente específico, e que se eu não faço parte deste tipo de gente, eu não posso usá-la.  
Infelizmente, eu gosto mesmo é de ter o repúdio desse tipo de gente. Desse tipinho aí, que gosta de rotular tudo, de definir o que os outros vão vestir, o que os outros estão fazendo, com quem outros vão se relacionar. E a questão é que isso só é da conta dos outros! Os outros que sabem o que fazer com suas próprias vidas, e na minha opinião, são esses ditadores que estão levando o país - e toda a humanidade - de mal à pior.
Por fim, eu disse que não sou muito sábia no que diz respeito às coisas que estão escritas na Bíblia, mas gostaria de ressaltar: 

Êxodo 20:7   "Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão." 

Usar o nome do teu Deus para justificar o teu preconceito me parece ser um pecado muito mais absurdo, Ana Paula, do que um homem vestir a roupa de uma mulher e vice versa. Um beijo por cima do ombro.



Deixe um comentário