Imagino o melhor para mim, para você, para nós.

 Falta uma parte de mim, não sei o que é, mas o aperto no peito não me abandona. Tudo está uma bagunça. Minha mente parece uma cidade pós-apocalíptica. Simplesmente não consigo compreender nada.
  Estou naquela fase da vida que uma escolha pode definir todo o resto da sua vida, onde portas estão abertas e você não sabe qual escolher.Talvez essa falta de algo, seja a falta de mim mesma, a falta de escolha, de decisão, por essa falta caio em um poço de melancolia, e o buraco em minha mente só cresce, o aperto no meu coração só pior já tentei de todas formas fazer isso parar, tentei e continuo tentando por que não quero errar, tenho medo, medo do desconhecido, da frustração, espero não ter que errar para achar a resposta.
   Não estou bem, nem sei se vou ficar, só espero que isso uma hora passe.


Deixe um comentário