Eu sinto falta da normalidade. Sinto falta de conversar com a minha amiga olhando no olho dela, enquanto a gente esperava o transporte. Sinto falta dos risos altos que outra amiga me causava, e ainda causa. Da bagunça tão feliz que era minha vida. Não que eu seja infeliz. Mas, eu costumava gargalhar mais. Costumava abraçar mais. E todas as minhas tardes eram uma comédia. E Deus, como eu sinto falta.
Mesmo das brigas que muitas vezes não faziam o menor sentindo. Amava o fato de todo mundo não ter vergonha e tirar as fotos mais sem noção possível. Porém as coisas mudam e é difícil saber que nem todos serão como você costumava ver e ter. As pessoas evoluem e coisas do tipo.
O conforto sempre é mais fácil. Então a vida vai lá e te dá sequências de tapas na cara, mostrando que não, não é fácil. Que vamos ter que engolir sapos e suprimir a vontade de mandar todo mundo tomar naquele lugar. As pessoas confundem gentileza, e já querem derrubar você. As pessoas ultimamente só vivem no seu mundinho e pensam que opinião e algumas brincadeiras não machucam, é, machucam, e ninguém é obrigado a ouvir certas coisas, então fecha a boquinha. Só por que você é grossa ou algo do tipo, não quer dizer que as pessoas sejam obrigadas a lhe aguentar, pois não são. Falta de educação é o que definitivamente caga com esse país. E às vezes eu me vejo sendo trouxa e passada pra trás, pois sou educada demais, e o mundo tá tão corrupto que todos querem subir em cima dos outros, eu sou obrigada a ser chata, falar que sinto falta de uns tempos atrás, pois tudo agora tá meio podre, e eu já estou no meu limite de educação. É ridículo dizer que colocamos sorrisos na cara e dissemos: Não! Imagina, tá tudo ótimo. Sendo que seu rosto bonito não passa de quilos de maquiagem, sua vida na internet é maravilhosa, e no fim, você está jogada na sua cama, pensando no que de fato está acontecendo com a sua vida.


                                                                           


2 Comentários

  1. Oi, Isabelle!
    Nossa, dá pra sentir sua revolta daqui rs. Entendo perfeitamente! Acho que a vida é feita de fases e, de fato, não é que eu seja infeliz agora, mas eu tive épocas que pareceram mais legais... não sei. Li algo que dizia que o jeito que olhamos o passado sempre é melhorando ele, que no presente não é tão bom mas quando olharmos pra trás, será... algo assim, e eu concordo bastante! Espero que tenha dado pra entender hehe

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras|Tem resenha premiada no blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kemmy, que bom que deu pra sentir a revolta, na hora que eu escrevi eu tava bem revoltada, com o monstrinho verde no coração. E eu entendi o que você disse, afinal, a uns meses atrás eu pensava que tava difícil e realmente estava, mas agora piorou. Num fim, faz parte sentir falta do passado.
      Beijos e volte sempre.

      Excluir