Tenho para mim que agora que entrei nesta onda de séries, vai ser difícil sair dela. E a Netflix, por sua vez, tem feito um ótimo papel no que diz respeito a me apresentar novas séries a cada espacinho que encontro no meu tempo corrido de "ensino mediana". A escolhida da vez e que, em uma semana, me fez assistir duas temporadas inteiras e me enlouquecer a cada nova loucura inventada nesta série. Vamos falar sobre Hawaii Five-0?

Hawaii Five-0


Sinopse

"Uma equipe policial que tem carta branca da governadora do Havaí e pode fazer o que for preciso para capturar os maiores criminosos do estado: a nova versão do Hawaii Five-0 ainda traz a mesma premissa de seu predecessor. A série original foi ao ar na televisão americana entre 1968 e 1980, e fez grande sucesso com o público, chegando ao total de 279 episódios distribuídos por 12 temporadas. A nova série do século XXI acompanha as investigações de Steve McGarrett, um oficial da marinha que teve seu pai morto, e que voltou ao Havaí para enterrá-lo. A pedido da governadora, ele passa a liderar uma equipe especial de força-tarefa que tem a missão de diminuir a criminalidade na ilha de Honolulu. Assim, Steve também pode liderar a busca pelo assassino de seu pai. Para cumprir suas investigações, MacGarrett, um detetive durão e de métodos questionáveis, conta com a ajuda de Danny Williams, um policial que recentemente se mudou para o Havaí para ficar mais próximo de sua filha. McGarrett e Williams são opostos um do outro em todos os aspectos, e a sua parceria improvável é que termina garantindo o sucesso das missões. A equipe ainda conta com o detetive Chi Ho Kelly, que havia sido afastado da polícia por denúncias falsas de corrupção, e agora tem uma nova oportunidade de atuar na área que mais gosta: caçando criminosos. Integrando a força-tarefa, também está sua prima, Kono Kalakaua, uma bela havaiana e recém-formada policial." (Fonte: Minha Série)

Eu confesso que estava procurando por uma série policial com um pouco de romance. Confesso também que não esperava que fosse gostar tanto de Hawaii Five-0! A série, em seu início, nos apresenta toda a sua problemática, no intuito de nos prender aos episódios, e de acordo com que os acontecimentos vão gerando outros conflitos, você não consegue parar de assistir até que tudo esteja solucionado - o que responde-se por, basicamente, nunca.



Nesta saga imensa que desencadeia diversos segredos escondidos em cada partezinha da série, chega um momento em que você não consegue confiar nem em si mesmo enquanto assiste. Você só sabe que a confiança é forte e existe entre os 4 principais da Equipe 5-0. E, ainda maior, você percebe a confiança entre Danny e Steve, uma confiança maior e mais sincera do que a que existe entre dois irmãos de sangue. Eles criaram um laço que, sinceramente, eu invejo. Danny daria sua vida para salvar a de Steve, e vice versa. E isso torna as relações pessoais dentro da série ainda melhores.



Há uma série de coisas a serem desvendadas durante a série. São perguntas e mais perguntas que surgem ao longo de uma temporada (que sempre traz um tema específico, uma busca dos principais) e até mesmo dos episódios (com diversos casos). Eu jamais diria que uma ilha poderia ter tantos crimes e outros problemas sendo cometidos dentro dela.
Estou assistindo aos poucos (já que as férias me permitem assistir várias séries simultaneamente) e algumas coisas já começam a ser explicadas. Algumas perguntas, inclusive, eu mesma respondo, faço minhas teorias e fico encantada com esta brechinha dada pela série, nos permitindo fantasiar certas coisas, sem que tenhamos as respostas ao nosso dispor sempre. Certo que isso é ruim às vezes, mas agora mesmo, tem sido maravilhoso conspirar contra alguns personagens,  apontar culpados e comemorar quando descobrimos desde o princípio quem foi o assassino de determinado caso, por exemplo.



De qualquer maneira, Hawaii Five-0 é daquele tipo de série que você tira para assistir uma temporada inteira se tiver vontade, pois ela dá a você o que é necessário para prendê-lo: ação na dose certa.



Deixe um comentário