A cada ano que passa, colecionamos pessoas. Viajamos, mudamos, crescemos física e psicologicamente, mas onde quer que você vá, sempre haverá uma pessoa que lhe fará lembrar de tudo. São pessoas que constroem as minhas memórias, e são elas as responsáveis pelos bons momentos que eu não poderia ser capaz de fazê-los sozinha. Não existe nada melhor no mundo do que ter alguém com quem você possa contar sempre, que você sabe que aquela pessoa só quer o seu bem e nada mais do que isso. É muito, muito bom sentir alguém próximo de você sempre, que até vem aquele pensamento de como podemos dar tudo isso que recebemos em troca. Pois já dizia Chico: "Viver é sempre dizer aos outros que eles são importantes, que nós os amamos, porque um dia eles se vão e ficaremos com a impressão de que não os amamos o suficiente", e todo mundo sabe que se existe algo com o qual não podemos contar é o tempo. E devido a isso, hoje, eu vim lhe pedir algo especial.
      Dedique alguns minutos de hoje para agradecer ao seu pai. Sendo ele o seu melhor amigo ou alguém com quem você nem mesmo convive, agradeça por ele ser o seu pai. Pode ser que isso seja algo muito difícil para algumas pessoas que nem sabem onde seus pais estão, mas, sendo assim, tente fazer essa pausa como uma forma de refletir sobre isso. Pense um pouco no bem que você quer a ele, mesmo que ele esteja do outro lado do mundo. Lembre-se que apesar de tudo, ele ama você, tanto quanto você o ama incondicionalmente. Amor de pai é algo especial, grandioso e insubstituível, não importa o quão difícil seja. E para aqueles cuja mãe faz o papel de pai: agradeça-a, também. Diga a ela o quão fantástica ela é fazendo os dois papéis, e que você não poderia ter alguém melhor. 
      Não sou a melhor pessoa para falar sobre relacionamentos com pais, mas se tem algo que meu pai ensinou-me é que as palavras realmente valem mais do que qualquer bem material, mas não qualquer palavra jogada em um pedaço de papel de forma coerente, e, sim, palavras vindas do coração. Ele me ensinou que todos os dias, em casa ou não, devemos ver o quanto o mundo não valoriza mais as boas ações, os valores sentimentais que envolvem as pessoas de forma fraterna. Um outro pai meu ensinou-me que você não precisa ter o sangue daquela pessoa para considerá-la sua família, aquele ente que eu havia citado que só quer o seu bem. Um terceiro pai, ainda, me ensinou que independente de onde eu esteja, eu sempre posso tocar a alguém com um simples olhar sincero de gratidão. 
      Sem importar o que seu pai tenha feito a você, agradeça-o simplesmente por você estar vivo. O mundo anda difícil demais e às vezes as pessoas que mais amamos tomam escolhas que não sabem em que resultado dará, mas que nem sempre é bom; precisamos mostrar a elas que apesar disso, o nosso coração é capaz de perdoar. Não temos tempo para errar, nos magoar e permanecer com rancor. Meu último pedido para hoje é que você procure aquela pessoa que você considera ser o seu pai, o ser que cuida de você e que te ama tanto que faria tudo para te ver bem, e abrace-o, ou diga o quão importante ele é, ou simplesmente o agradeça por estar ali por você. Essa gratidão é que torna quem quer que for o seu verdadeiro pai

Nota: Quis escrever algo durante a semana que não fosse colocando todos os pais do mundo em pedestais, com títulos de heróis e coisas assim - esse tipo de texto já não fazem mais sentido desde os meus nove anos de idade. Eu realmente sou a pior pessoa para falar sobre bons relacionamentos com pais, mas não existe nada melhor para descrever o meu sentimento pelos meus do que "gratidão", e é o que eu acho que todos deveriam sentir por seus pais, independente do que eles façam ou tenham feito. Aproveitem o dia de hoje para dizer tudo aquilo que queriam aos seus pais, mas que nunca encontravam um momento certo para dizer. Para você e seu pai, um feliz dia dos pais! Até a próxima.


Deixe um comentário