Foto da Web. Por motivos de: o livro que eu peguei estava muito velho.
Autor(a): Paula Pimenta
Editora: Gutenberg 
Páginas: 336 

Sinopse:

Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.
"Fazendo meu filme" nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seus inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.

Resenha:

Fazendo meu filme foi uma série super indicada pelas minhas amigas, e finalmente li o primeiro livro da história de Fani. Há muito tempo eu não lia um livro nacional com esse desenvolvimento tão complexo, só tinha lido Princesa Adormecida que é uma adaptação da Bela Adormecida, que a Paula fez, e Pássaro contra a vidraça, pois era um paradidático da escola, e admito que as duas experiencias não foram as das melhores.
O bom de Fazendo meu filme, é por que encontramos a nossa realidade nas páginas, diferente do usual colegial americano. Eu lia e ria, lembrando que eu fazia e faço, muitas coisas mostradas. Como ler horóscopo do menino que gostamos, - só faltou a parte de combinar os signos - além de que teve a parte dos testes, e o nome da revista era CAPRICHOSA!
Durante um bom tempo do livro eu senti muita raiva da Fani, afinal, ela ficava sofrendo pelo professor, enquanto o Leo tava ali, e só ela não percebia que ele gostava dela, nisso eu percebi em como somos burras! Pois somos exatamente assim, demoramos séculos para perceber que aquele cara realmente gosta de nós.

Foto da Web 
                               
No começo do livro, tem uma lista de filmes, e em cada capítulo, tem um quote de um filme dessa lista. E todos são maravilhosos, e é muito legal esse cuidado da autora e da editora, pois faz que o leitor compreenda mais a paixão de Fani pelo cinema. Detalhe, ela é rica. Sério, nunca que um intercambio ia ser tão fácil, e ela simplesmente vai TODA SEMANA pro cinema. Me sinto muito ofendida.
Os amigos de Fani são bem presentes, mas a que mais se destaca é a Gabi e muitas vezes a Natália (outra burra por causa de menino). É legal ver esse tipo de amizade no Brasil, pois eles andam em turma, tem aquelas festinhas no condomínio, tem o pai ciumento, e sempre tem aquela briga básica entre os universitários e os meninos da escola. Claro, não posso esquecer de Vanessa e sua trupe do mal, ela é aquela tipo estereotipado de ''bitch'' que faz os nossos nervos tremerem, e sempre tem na nossa escola, aquela, que você bate o olho e tem vontade de arrancar todos os fios do seu cabelo.
Sinceramente, teve uma hora que eu já tava no final do livro e realmente pensei que ela viajaria para Londres e não aconteceria nada com o Leo. Pois quando os dois implicitamente assumiram que se gostavam, absolutamente tudo parecia dá errado.
A única coisa que me incomodou no livro foi a escrita, não o tipo, pois eu gosto do tipo de escrita fácil, que faz você acabar o livro em um piscar de olhos. Mas a linguagem dos personagens fugiu muito de adolescentes de 16 anos, seja pela forma às vezes exagerada de expressar carinho, ou a falta de elementos que lembrasse a adolescência, e não digo nem palavrões, pois entendo que o proposito do livro é que todo mundo possa ler, porém eu tiraria o diminutivo, alternaria os tipos de gírias, e não estereotiparia tanto a linguagem de cada um. Só que como eu disse, é um livro light, de uma vida comum, que provavelmente não vá envolver bebedeira, drogas ou uma chuva de palavrões.  Por isso super indico o livro. É uma leitura gostosa e divertida. Quero muito ler o segundo livro e descobrir o que a Fani vai aprontar em Londres (inveja).
                                                                                                                                                                               
                                


Quotes: 

"É tão estranho como uma pessoa fica diferente aos nossos olhos quando o sentimento da gente muda...Eu já vi o Leo milhões de vezes, mas de repente ele ficou muito mais bonito! É certo que eu sempre o achei uma gracinha, o sorriso dele é um dos mais charmosos que eu já vi, mas de uma hora pra outra parece que ele ficou iluminado.." 

"Na minha cabeça só vinha um pensamento. A porta tinha sido fechada, trancando todos os meus sonhos. E quando eu abrisse de novo, não teria mais nada do lado de fora. Só o vazio"



Angústia 

E seu eu olho e não me olha, 
Não sei vem se isso convém...
Descobrir se é bola, ou fora.
Se é pra ir ou não, além.

Essa falta de certeza, 
Que a paixão, no inicio, tem.
Ora seduz, ora angustia, 
...Confunde medo com desdém. 

A vontade atiça e machuca.
Sem ter-te. Perto. Ter sem. 
E eu me declaro, só no pensamento...
Vê se fica esperto, meu bem.

Fani Castelino Belluz 




                                                                      




Um Comentário