Autora: Becca Fitzpatrick
Páginas: 288
Editora: Intriseca 

Sinopse:

 A vida de Nora Grey está longe de ser perfeita. Sofrer uma tentativa de assasinato não foi a melhor das experiências, mas, pelo menos, Nora ganhou um anjo da guarda: Patch, que de angelical não tem absolutamente nada. Ele é lindo, irresistível, misterioso...e está com ela. O problema é que ele tem sido cada vez mais evasivo, e o pior: parece muito interresado na grande inimiga de Nora, Marcie Millar. Não fosse isso, Nora jamais teria notado Scott Parnell, velho amigo da família que acaba de voltar para a cidade. Ainda que Scott a deixe furiosa na maior parte do tempo, é impossível não se sentir atraída. Lá no fundo, porém, ela tem certeza de que ele guarda um segredo. Atormentada por repetidas visões do pai, inexplecavelmente assasinado anos antes, Nora começa se pergunta se haveria alguma conexão entre a morte dele e o fato de pertencerem a uma linhagem de nefilins. Ela quer descobrir o que realmente aconteceu, mas isso é muito arriscado. Algumas verdades ficam melhor mortas e enterradas - do contrário, podem destruir tudo o que você acredita.


Resenha: 

E finalmente consegui ler Crescendo, a sequência de Sussurro (resenha aqui) e admito que demorei a fazer a resenha, pois sim, eu consegui ler todos. E com certeza analisando todos os 4 livros, Crescendo foi um dos com mais reviravoltas e que formulou um caminho para a série Hush, Hush, ao começar por expandir mais a mitologia e reforçar que não se deve confiar nas pessoas.
No começo, Patch e Nora estão só flores e amor, só que claro que isso não ia durar muito. E é quando Nora está lá, sentada no colo de Patch, numa boa sessão de amassos dentro do carro, que ela solta as seguintes palavras: ''Eu te amo'', desde então a relação dela com Patch se estremeceu, mas não por que ele é um canalha que tem medo do amor, são outros problemas que eu não vou contar pois seria spoiler. Mas Nora, pensou exatamente isso e por um bom tempo não queria nem olhar em sua cara, principalmente quando ele começou a se envolver com Marcie Millar, e ela, logicamente ficou possessa de ciúme, querendo plantar uma bala na testa de Marcie (e bem, quem não queria?). Admito que nesse período fiquei me perguntando o que Patch estava fazendo com aquela vaca, e ri muito dos ataques de Nora. Como entrar no quarto de Marcie, e roubar o diário e o boné de Patch.
E nesse meio tempo, conhecemos Scott, que no começo não é uma das melhores pessoas do mundo, e logo descobrimos que ele é um nefilim, envolvido com um tal de Mão Negra. O que definitivamente não é uma coisa boa. E ai, em um momento refletivo da vida, eu paro e penso: por que, quando você conhece alguém sobrenatural, surgem vários! E é bem isso que ocorre em Crescendo. Como em Sussurro, o mundo dos anjos caídos e nefilins foram apresentados, nesse segundo livro as coisas são aprofundadas e podemos ver realmente como é esse mundo. Por essas razões, Becca meio que me mostrou, que eles simplesmente não ''surgiram'', mas já estavam lá, só que a Nora não percebia.
O livro também trás uma jornada de auto-descoberta, e descobrimos coisas que é difícil acreditar sobre o passado da família Grey. A cada página virada era mais um ''BUM'' na sua mente, e dessa vez vou conseguir esconder os spoilers.
A relação de Patch e Nora, por mais que ela insista em dizer que acabou, ele sempre está lá ao redor, para ajudar-la. E apesar dela criar certas desconfianças contra ele, e o leitor também, já que a narração é em primeira pessoa, é impossível deixar de gostar de Patch, e com o passar do livro percebemos que foi tudo um jogo e quem achamos que não tem nada haver com isso, é o real vilão.
Vee continua a graça de sempre, e começa a se envolver com Rixon, amigo de Patch. Em Crescendo também conhecemos um pouco mais de Hank Millar, pai de Marcie, que vai render muita história.



Quotes: 

 "Anjo.
Levantei os olhos quando Patch disse meus pensamentos.
Estar perto de você, da forma que for, é melhor que nada. Não vou perdê-la.'' Pág 43

"- Todo mundo sabe que Patch é encrenca. Ele tem aquela aura de bad-boy que precisa ser salvo, mas o problema é o seguinte: a maioria dos bad-boys não quer ser salva. Eles gostam de ser maus. Adoram o poder de encher de medo e pânico os corações das mães em toda a parte." Pág 94

"Estar com você nunca me pareceu errado. É a única escolha certa que fiz. Você é minha única escolha correta." Pág 160

"- Você está seguro comigo - murmurou Patch, acariciando meus braços;
Depois de um segundo de silêncio, falei:
- E onde é que estamos?
- Juntos
Ele ergueu as sobrancelhas com ar indagador e cruzou os dedos, como se implorasse boa sorte.
- Brigamos muito.
- Também fazemos muito as pazes. - Patch pegou minha mão e tirou o anel de meu pai da ponta de seu dedo, até cair na palma de minha mão, e fechou meus dedos sobre ele. Ele beijou minha mão.- Eu ia lhe devolver antes, mas ainda não estava pronto.
Abri a palma da mão e segurei o anel. O mesmo coração estava gravado na parte de baixo, mas agora com dois nomes dentro dele: NORA e JEV.
Ergui o olhar.
- Jev? Este é seu nome verdadeiro?
- Há muito tempo ninguém me chama por este nome." Pág 283

"- Minha mãe vai chegar logo - avisei. - Nós deveríamos ir para sua casa.
- Tenho regras sobre quem posso levar até lá.
Eu estava ficando cansada daquela resposta.
- Se você me mostrasse onde é, teria que me matar? - supus, combatendo a vontade de ficar irritada. - Se eu entrar, não vou poder sair?
Patch me estudou por um momento. Depois pôs a mão no bolso e tirou uma chave do chaveiro e a colocou no bolso da frente do casaco do meu pijama. 
- Se você entrar lá, vai ter que voltar." Pág 283


                                                             


2 Comentários

  1. Olá Isabelle tudo bem? Li o primeiro livro e adorei! Fiquei sedenta por ler a continuação mas acabei deixando de lado. Tenho a série completa aqui comigo! Espero curtir assim como você, se depende do Path sei que vou amar hahahaha

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joi, tudo ótimo. Eu quase passei por isso pois a minha reserva do livro na biblioteca não chegava! Mas é o tipo de série que quando você pega ele em mãos, não consegue parar de ler. Tenho certeza que você vai adorar ler todos, principalmente por que o Patch é maravilhoso! E por que é uma série sempre em movimento, em todos os livros acontece aquela reviravolta que você fica: Meu Deus!
      Beijos e volte sempre.

      Excluir