Eu tentei... Eu juro que eu tentei! Mas quando me deparei com uma parede de rejeição, simplesmente desisti de tudo. Ou melhor, desisti apenas do que machucava meus sentimentos. Não sei se fui fraca ao desistir tão facilmente, mas olhar para trás e perceber que eu poderia ter tentado mais uma vez... É frustrante.
         Algumas vezes me pergunto se deveria ser mais fria, ou até mesmo arrogante, mas então lembro que tenho medo de mudar tão bruscamente, esse é um dos meus defeitos. Talvez eu precisasse ser mais forte, mas então lembro que quando chego ao ponto de desistir, eu cheguei ao meu limite.
         A parede de rejeição foi mais forte que eu. Ela chegou em um momento de fraqueza, eu fiquei vulnerável ao medo, medo de se importar com a rejeição e as pessoas me julgarem ridícula, então apenas aceitei passivamente, calada. Meu silêncio me tornou mais fraca, e eu continuei a me importar com o que as pessoas iriam pensar... Mas porque fui tão ridícula? A sociedade não se importa comigo, porque me importaria suas opiniões toscas e hipócritas? Sou idiota, eu sei disso.
         Não deveria ter me importado com opiniões que nem sequer se importam com meus sentimentos confusos, mas o que posso fazer? Se importar com o que a sociedade pensa é um dos meus defeitos.

                                              


Deixe um comentário