(Foto minha, desenho da Belle)

Se você é ligado a Tumblr ou Instagram, ou até mesmo Facebook, você já deve ter visto alguém postar algo sobre. Estou falando do: Destrua Este Diário. Uma criação de Keri Smith, que nos obriga a praticar o desapego. 


Criar é esculhambar. 
Se você ainda não entendeu, vou lhe explicar: É um 'livro', o qual, em cada página, nos obriga a destruí-lo. Isso inclui: Carregá-lo para todos os lugares (inclusive dormir e tomar banho com ele), arrancar páginas, congelar coisas, pintar, recortar, jogá-lo de uma escada... Dentre várias outras coisas. A destruição começa na página de Instruções:


Eu colori as letras, deixei-as no meu 'estilo'. Até aí tudo bem, não há tanta destruição. 
Sobre a destruição em si:


Escreva uma palavra várias vezes:
Esta é minha página preferida, sem sombras de dúvidas. Não sei se já leram, mas em A Esperança (terceiro e último livro da trilogia Jogos Vorazes), Peeta pergunta para Katniss: Você me ama. Verdadeiro ou falso? E ela responde: Verdadeiro (na tradução do Português). Porém, no Inglês, Peeta diz: You love me. Real or not real? E ela responde: Real. E para representar esse momento, eu como uma tributo completamente apaixonada, fiz isso aí. Amo sem medidas!


Pinte por fora da linha:
Seguindo a onda da trilogias, agora temos aqui Harry Potter. Eu sou uma potterhead com um grande orgulho. E resolvi fazer essa página em homenagem á HP. Porém, fui um pouco fora da lei ao desenhar por dentro do círculo, mas eu tinha que fazer o símbolo das Relíquias da Morte ali. E na outra página eu ainda estou colocando umas frases épicas, como "Is leviOsa, not leviosA" e "After all this time? Always". Estou amando fazer essa página.


Faça um movimento brusco, destrutivo, imprevisível com o diário:
Foi com bastante dor e sofrimento que derrubei-o da escada, sem dó sem piedade. Simplesmente o soltei, e ele saiu bolando de uma escadaria de mais ou menos vinte degraus. Senti uma pontada no coração, mas devo admitir que até foi divertido. Depois, eu fiquei derrubando-o no chão, o tempo todo. 


Rabisque com selvageria, violência, com descaso impetuoso:
Foi quase como entregar o Diário e alguns lápis de cores para minha prima de cinco anos, e dizer a ela para fazer o que quisesse. Mas nesse caso, fui eu e minhas amigas que fizemos o estrago. Agora, eu assemelho essa página aos meus desenhos de quando eu era criança. Realmente são bem parecidos.

Outras páginas que amo muito são Arranhe com um objeto afiado e Escreva/rabisque algo nas laterais. Eu realmente acho que esse livro/não livro foi uma criação assim de gênio por que fez bastante sucesso. Por mais que muitos não gostem da ideia de destruir um livro, quando se tem um Destrua Este Diário, você acaba destruindo mesmo, e com muita felicidade. Confesso que ainda sou muito apegada aos meus livros, e que se o Destrua tinha a intenção de ser um tipo de terapia, ele falhou comigo. E feio! 


E apesar de ser um gasto com uma coisa que você vai destruir, eu acho que vale muito a pena, por seu algo divertido, e que você pode sempre estar destruindo aos poucos. Eu amei. 
E, se você também quiser adquirir, porém não sabe como: No site da Saraiva está por R$ 19,90, no Submarino está por R$ 18,90 (estou pasma com este preço) e na Livraria Cultura está por R$ 24,90. 
E você? Vai adquiri o seu? xoxo,


3 Comentários

  1. Estou querendo comprar esse livro e ao mesmo tempo, não. Só de pensar em derrubar o livro dá um aperto no coração. rs

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. comprei o meu, e já estou com dor no coração. A cada página, uma dor de ter que destruir um livro, um LIVRO!

      Excluir
    2. Sinceramente, também pensava assim. Mas quando comecei a destruir, achei maravilhoso, e não consigo parar. rs
      Derrubar da escada doeu muito, mas o restante até que foi bem legal.

      Excluir