''Todos os dias quanto acordo, não tenho mais o tempo que passou...''. Meus pés batiam em um ritmo não inidentificável e minha voz cortava todo o quarto. Isso sim era liberdade, gritar, pular, fazer o que quiser e ninguém enfiar o nariz no meio. Mas a minha vida não é assim. ''Filha, desliga o som''. Não mesmo, os narizes pareciam infinitos.


    Desliguei o som e me joguei na cama, me acomodei nos travesseiros, com a dúvida de se ligava ou não a televisão. De qualquer modo tudo que eu fizesse seria besteira. Peguei o controle na escrivania, ligando a TV. Apertei o botão de voltar e ir do controle incontáveis vezes e tudo o que via era: Hipocrisia, hipocrisia, hipocrisia e mais um pouco de hipocrisia. Os jornais passavam sobre só um assunto, por que o resto do mundo tinha explodido. Via jornalistas indo contra sua opinião e metendo ironias sobre um governo falido, que encobria o sujo com o sorriso do povo. Lindo. No outro passava mulheres de biquínis, achando que seriam valorizadas assim, estampando a bunda na tela da televisão, além de serem humilhadas e continuarem sorrindo. Mais hipocrisia. Mais um canal, mais uma pitada de hipocrisia e uma tendencia a alienação, uma emissora gastando tempo e dinheiro tentando derrubar a outra. Parecia aquelas mulheres, uma cuidado da vida da outra e esquecendo de cuidar da sua - Não que os homens não façam isso. E todos os canais que tem algo de produtivo é quase impossível distinguir a imagem das linhas tortas, e os sons que quase se fundem com o chiado. Nem direito de ver coisas produtivas temos. Entendo agora por que as pessoas tem TV a cabo. Tenho que conversar com a minha mãe sobre isso. Mas os impostos estão aumentando...
    Mas analisando, o pior não é o que passar na televisão, e sim as pessoas que ficam presas naquelas palavras. Acho que o governo devia comprar óculos para a população...ops, eles nem compram remédios. Mas exatamente por que eu to pensando e perdendo meu tempo com isso? Estou dando dinheiro - que eu não tenho - assistindo os hipócritas, sendo que eu podia fazer coisas muito mais interessantes. Tipo ficar rica. Vou me candidatar, vida fácil, dinheiro fácil. Hipocrisia novamente. Eu disse que de qualquer jeito ia falar besteira, não adiantar, é o meu instinto. Em um país onde bebida e cigarro são mais importante que a vida do próximo, a televisão só podia ser o reflexo desse esgoto chamado sociedade. Estou pensando besteira de novo, melhor levantar e vender meu cabelo - está em auta cabelos coloridos, principalmente azul - para comprar um livro, por que eles sim não são hipócritas.
                                                              


Notas: Desculpem pela demora da crônica, juro que vou tentar escrever mais aventuras da aquela do cabelo azul. Notaram a assinatura, que chique, palmas para a nossa postadora Letícia Lobo. Então não tem muito o que falar sobre essa crônica, por que ela é bem explicita. Aguardem novidades. E comentem a opiniões de vocês.
                                                                           


7 Comentários

  1. Oiee

    Adorei o texto realmente a hopocrisia esta em todo lugar tento fugir mas acho que não há escapatória.

    Por isso sou a favor de desligar a tv e ler um livro :)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todas na campanha #DesligueATVLeiaUmLivro, mas o pior é que a hipocrisia não está só na televisão, está toda espalhada por cada rua desse país, seja pelas mentes pequenas, ou a demonstração de tudo isso pelas obras que nos cercam. Obrigada.Beijos

      Excluir
  2. E isso ai Bells
    Eu mais do que ninguém te enchi o saco com a hipocrisia da televisão Brasileiro ultimamente.
    Se cria nesse páis mentes pequenas que cabem dentro de uma caixa televisiva
    ou muito mais minha mente louca porém livre
    viajo em livros por paises,décadas,cidades enfim mundos e submundos
    mente sã e livre
    livre de hipocrisia pré definidas pela sociedade
    mais uma fic de comentário kkkkkk
    beijos da titia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tia amada, só você mesmo. Com toda a sua filosofia, que eu adoro e concordo plenamente. As mentes se tornaram pequenas, e as pessoas se tornaram assim também, mas fazer o que. Beijos e obrigada, tia gata.

      Excluir
  3. Muito bom Belle
    -Lorena

    ResponderExcluir