Odeio me sentir assim, com um vazio no peito. Um vácuo que eu não entendo ao certo o porquê de existir. É como se todos que eu amo e quero por perto, de repente, se distanciassem e só o que restasse fossem lembranças. Tudo ia muito bem e de uma hora para outra, já não existia mais. Se distanciou. Não tem tempo, está ocupado, não quer. Sei lá. Simplesmente foi embora. Tem coisa pior do que se sentir sozinho? Sentir que você está totalmente sozinho. Não tem ninguém, não tem nada. Só você e seus pensamentos pessimistas. Eu não sei fazer outra coisa, senão chorar.
           Choro porque era isso que eu fazia quando ficava sozinha; o que era raro. Agora estou sempre sozinha. Sempre sem alguém pra conversar. Sempre sem alguém pra contar as novidades e dividir sonhos. Eu achei que ainda tinha amigos de verdade. Como é ruim sentir isso! Será possível que sou tão detestável assim? Tudo estava tão normal, pura rotina. Num estalar de dedos, todos sumiram. Todos resolveram ir. E eu? Fiquei aqui, ou ali, vagando. Esperando por alguém que dissesse: "oi, estou aqui". Nem isso aconteceu. Levantei-me por conta própria, após algumas quedas. Não tive alguém que me desse uma mão para me ajudar a levantar. 
           Agora, estou olhando para o nada e me perguntando o que farei. Perguntando-me onde todos se meteram e se irão voltar. Se foram sem motivo, e fiquei ás cegas procurando por alguém. Nunca lhes dei motivos para ir, mas se foram... Uns até disseram que foram porque eu não precisaria deles na minha vida. Devo dizer o quanto isso me deixou furiosa? Dane-se. Se eu te quis como amigo, se você virou meu amigo, é porque simplesmente você é importante. Você está na minha vida e qualquer coisa que faça fará diferença. Era só isso que eu queria dizer.
N/A: Hoje foi um dia quieto e estranho. Me senti praticamente sozinha, e foi uma solidão ruim. O resultado disso foi o texto. E, se você se distanciou de mim e sabe disso, esse texto é pra você. xoxo,




Deixe um comentário