Hoje tem alguém ficando mais velho. E mesmo assim, com 51 anos, tem rostinho de 30. Quem será? Capitão Jack Sparrow, ou Willy Wonka? Barnabas Collins, ou chapeleiro maluco?
Há 51 anos, alguém estava nascendo. Tão ingênuo, frágil, desprotegido. Esse alguém se tornou uma pessoa muito querida, amada por mim, e por tantas outras pessoas, que parece que sou só mais uma lunática escrevendo bobagens entre várias. Você ganhou fama, pois seu talento é inigualável. Ganhou admiração, pois seu caráter e personalidade o fazem único.
              Johnny, eu sei que você nunca vai ler o que eu estou escrevendo, mas vou me iludir um pouquinho. O ator mais sensacional que e já conheci. Como fã, admiro seu trabalho. Como pessoa, admiro seu caráter. Se um dia talvez, por um acaso bem distante eu chegue a lhe conhecer pessoalmente, prepare-se para o abraço mais apertado de todos (risos).
              Nossa! Quando tive o privilégio de conhecer o “bar tortuga” (deppheads entenderão) quase caí para trás. Seria um sonho? Acho que não. Saiba que até a última batida do meu coração, vou admirar você. Não importa o que as pessoas digam, ou pensem que estou louca. Sei que você nem sonha que eu existo, mas eu sei da sua existência, isso que importa. Com o tempo talvez você se aposente, desapareça dos holofotes e das câmeras, mas isso também não é importante. O importante é que você continue sendo a pessoa que você é. Que conseguiu tudo por conta de seu talento e persistência.

             Obrigada por tudo! Principalmente por fazer a sétima arte ganhar vida. Por fazê-la de uma forma única. Por alegrar todos os filmes com seu sorriso. Johnny, feliz aniversário.


nota: bom, peço-lhes que não riam de mim, ou pensem bobagens. sei que fui bem boba em escrever isso, mas não podia deixar passar em branco o aniversário do nosso divo. beijos <3 
                    


Deixe um comentário