Estamos vivendo a fase mais difícil de nossas vidas! Fase em que odiamos nossa aparência e todas as roupas que temos em nossos armários, de uma vez só. Fase em que ninguém nos entende e nos sentimos perdidos, confusos, sem rumo. Eu estou nessa fase e sei que o momento é dos mais complexos que eu já vivi. Inclusive, acho que é uma fase para se errar. Fase para errar muito! Escolher o errado de propósito só para ver no que dá. Fase de aprender que aquele cara é só um cara, mesmo que ele seja o cara mais incrível que você tenha conhecido, ele vai continuar sendo apenas um cara e existem muitos outros por aí. Fase para refletir os momentos bons e ruins da fase passada e planejar a próxima, mas sem se prender tanto ao passado e nem imaginar demais o futuro; o imprevisto é sempre mais gostoso.
          Esta é a fase certa para se fazer escolhas. É nela que escolhemos certas coisas que vão nos levar ao caminho que queremos no futuro, não necessariamente o certo ou o errado. A única coisa que podemos dizer que temos com toda certeza é o agora. Use-o com proveito! Fazer o que tiver que fazer para no futuro saber se aquilo foi bom ou não. Não quero nem pensar em chegar nos meus trinta e poucos anos e descobrir que eu não aproveitei o agora, que pensei demais no futuro e esqueci que o meu presente é o mais importante. E eu quero que o meu presente seja inesquecível, que eu possa me lembrar dos dias em que estou vivendo e ser feliz por tê-los vivido.
          Digo isso, pois sei que não sou a única. Sei que em qualquer outro lugar existem pessoas com este mesmo pensamento, com estas mesmas vontades. E o quão fantástico seria poder tornar isso realidade? Sei que é só uma fase e que posso estar sendo utópica demais, mas não quero tomar atitudes frívolas. Tudo o que eu fizer, valerá a pena e terá um propósito especial. Afinal, se nada der certo, é apenas mais uma fase que eu posso superar em breve. Nem que tenha que abrir mão de muita coisa, no final, é só mais uma fase.

Nota: Ei, você viu? É só mais uma fase. Você supera, você a vive como se fosse a última e você aprende que a vida, assim como a lua, tem das suas fases - algumas que são muito queridas por uns e outras que são ignoradas por outros. Mas, ainda assim, são fases. Até a próxima! 


Deixe um comentário