A dona do blog Livros e blablablá tem um canal no Youtube e está sempre gravando novas tags. Dentre várias delas, encontrei a "O que você prefere?", e achei as perguntas muito interessantes, divertidas de serem respondidas, então trouxe-as para respondê-las, já que há muito tempo não fazia nenhuma tag. São perguntas em que só se pode escolher uma alternativa, e confesso que fora bastante difícil de decidir:

1. Ler apenas trilogias ou livros únicos?

Essa é bem difícil, pois leio de tudo, sem preconceitos. Apesar de que a maioria dos livros que eu tenho são trilogias, até séries, eu escolho os livros únicos, já que gosto muito das histórias que têm fim em um volume só. 

2. Ler apenas autores homens ou mulheres?

Também não tenho preconceitos quando a isso, acho bastante irrelevante, mas escolho mulheres, porque um mundo onde não se possa ler um Agatha Christie vez ou outra não é bom para se viver (graças a Deus que essa decisão não é para a vida toda).

3. Comprar na livraria física ou online?

Por mais que eu adore passar tarde e tardes em livrarias - sou daquelas que senta no chão mesmo para ver aqueles livros que ficam escondidos nas estantes - e ter sempre um livreiro disponível para me auxiliar, não há nada melhor do que comprar livros na internet mesmo e recebê-los em casa. Faz parte da minha lista de prazeres da vida.

4. Todos os livros virarem filmes ou séries de TV?

Essa pergunta é bem difícil de ser respondida. Se pudesse, eu diria que os livros únicos deveriam virar filmes, pois é mais fácil para manter a história. E diria que as sagas deveriam virar séries, para que o filme não precisasse ser resumido. Mas, como é para escolher um só, eu escolho filme, para que a margem de erro não seja tão grande e a história não se perca.

5. Ler 5 páginas por dia ou 5 livros por semana?

Lógico que 5 livros por semana! Imagina ter que demorar mais de dois meses para ler um livro de 370 páginas, enquanto que nesse período eu poderia ler muito mais? Nem pensar.

6. Ser crítico de livros ou um autor?

Ser autor. Mesmo que boa parte das obras dos escritores sejam movidas pelo sucesso que fazem (ou não) nas opiniões dos críticos, eu prefiro ser a pessoa criticada do que ser a que critica. Tenho dificuldades em julgar quantas luas vou dar para cada livro nas resenhas, dirá avaliar uma obra inteira, apontando seus "defeitos" e dando uma nota final. 

7. Apenas ler os seus 20 livros favoritos favoritos para sempre ou somente ler livros novos que eu nunca li antes?

Somente ler livros novos. Se eu fosse obrigada a ler somente os meus 20 livros favoritos, chegaria um momento em que eles deixaria de ser os meus favoritos porque eu simplesmente iria cansar deles e jamais poderia saber se existem outros no mundo que poderiam ser os meus favoritos, também. 

8. Ser um bibliotecário ou um vendedor de livros?

Vendedor de livros, por milhares de motivos. Mas me limitando apenas a dois: primeiro porque eu já falei o quanto eu gosto do auxílio dos livreiros na loja física, em ter suas opiniões e sugestões em casos de dúvida e segundo porque as bibliotecas já não são mais tão valorizadas como antes. Agora que existem os e-books, os livros em pdf e online, as pessoas dificilmente vão à bibliotecas alugar livros para ler por prazer - geralmente são para fins de estudo.

9. Ler apenas o seu gênero favorito ou poder ler todos os gêneros exceto o seu favorito?

Eu sinceramente não consigo responder a essa pergunta, pois eu não tenho um gênero favorito. E, por isso, escolheria ler todos os gêneros, pois não teria que escolher ler um só - mesmo motivo da sétima pergunta.

10. Ler apenas livros físicos ou e-books?

Não tenho nada contra e-books, eu mesma já leio muito hoje em dia no Kindle. Não cansa a vista e não há diferenças em relação ao livro físico, exceto pelo fato de ser mais leve. Se todos os livros do mundo - ou pelo menos todos pelos quais eu me interesso - já estivessem disponíveis para download, eu facilmente ficaria apenas com os e-books.

Então é isso, gostei bastante de responder a essa tag e talvez traga algumas outras para o blog. Até a próxima!




Deixe um comentário