Sinceramente, tudo o que eu desejava nesse momento era a minha cama e o meu travesseiro, não só por ser 6 horas da manhã, mas por que queria me esconder e fingir não saber que mais uma vez o povo estava votando para o país definhar um pouco menos. Todos estão sem esperança.
           Olho para os rostos nessa fila e encontro incógnitas, todos com a dúvida estampada na testa: Quem eu vou votar? Todos ficam fazendo perguntas uns aos outros, tentando achar justificativas. Mas simplesmente não há. Tentamos todos os anos prender os ladrões, e agora temos que escolher o melhor ''ladrão'' para governar nossas vidas por quatro anos. E no fim de quem vai ser a culpa? Nossa. Brasileiro não saber votar. Brasileiro não tem educação. Não tem mesmo, mas isso diminuiu tanto, o povo parou de ser um pouquinho ignorante, esse pouquinho ia ser diferente. A questão é como tirar um país do fundo poço, quando se quer não existe a ''tal luz''? Não faço a menor ideia. Político deixou de ser político a muito tempo, e quem sofre as consequências somos nós. A única coisa que podemos fazer é não aceitar isso, não achar que de todo o modo nada melhora, não achar que temos que continuar nesse buraco sem fundo para sempre. Pois essa é a bendita culpa do brasileiro. Achar que só por que está na pior, não pode levantar e fazer ficar melhor. Todos colocaram fitas na boca e se calaram, mesmo revoltados, todos fecharam os olhos, tentando fingir que mais uma vez não vamos sentir o dinheiro e direitos sendo arrancados do nosso bolso.
            Amo esse lugar, amo essas pessoas, mas por isso não sou obrigada a achar tudo lindo e maravilhoso. As coisas não são assim. Não vou ser utópica de dizer que tenho certeza que no fim vai dá tudo certo. Pois no fim, somos um povo sem governo algum, temos que viver com nossos próprios métodos, tentando viver como letrados num país de animais. Dizer que estou cansada disso, é pouco. Dizer que os sorrisos nas campanhas eleitorais são comprados, é pouco. E dizer que alguém quer mudar tudo isso, é muito. As pessoas só tem que parar de pensar que sozinhas vão mudar alguma coisa. Tem que tirar da cabeça que quebrar uma coisa que foi construída com o SEU DINHEIRO, não resolver coisa alguma coisa.
           No final disso tudo, não faço a minima ideia de nada do que fazer. Acho isso tão maçante e hipócrita. Um ou outro não faz diferença, todos vão fazer a mesma coisa, quer dizer, não fazer. Eles deveriam sortear num papel quem seria o nosso digno presidente, pelos menos pouparia o aborrecimento do povo. Não faria diferença alguma. Todos são da mesma linhagem suja que em vez de ver corações batendo, ver uma mina de ouro. Tudo isso parece uma perda de tempo, perda de dinheiro, dinheiro esse que deveria ser investido em algo, não em papelzinhos que se espalham pelas ruas, maltratando a mãe natureza.  Sabe de uma coisa? Que tal ''democracia'' é essa que pra alguém ser eleito, a sociedade tem que ser obrigada a votar? Daqui a pouco vão regular até a cor do nosso cabelo: " Nada de azul, contra as leis'', e eu pergunto: Que leis? Nos não percebemos, mas somos manipulados. Quem disse que para eles não somos marionetes? Ah, coitado de você e sua mente pequena. Mas sinceramente só uma coisa: Acorda, deixa de ser ignorante. Muda essa fama do brasileiro de continuar com aqueles que gozam na sua cara, rindo do seu sofrimento. Agora estou utópica.

                                                        
Nota: Nossa menina, não podia deixar de dá sua opinião nesse dia tão ''importante''. Mas não é ela que vai ''mudar'' alguma coisa, é você. 
                                                                     



Deixe um comentário