Ando tão acostumado com nossos erros. Nossos erros. Sim, poderia ser "nossos momentos bons", "nossas risadas", "nossos qualquer outra coisa". Mas são os nossos erros que tem estado aqui, o tempo todo. Eu tenho que me acostumar com isso, e estou conseguindo. Porque não é só você, eu sei. Somos nós, que não cansamos de errar, de brincar um com o outro e achar graça disso depois, mas juntos. Eu sei que é a nossa forma de amar, mas que se dane. Desde que tenhamos nós, sabe, estou completo. Não precisa mudar, vou me adaptar ao seu jeito. Vou ter que me acostumar, vou ter que me desdobrar pra ficar com você, e farei. Porque não dá pra viver sem te dizer que eu amo tudo em você. Seus costumes, seus defeitos, seu ciúme, suas caras... Pra que mudá-las?
        Deixe do jeito que está, porque estou aqui pra te dizer que por ti eu faço qualquer coisa. Vou saber fazer o seu jogo, saber tudo do seu gosto, sem deixar nenhuma mágoa, sem cobrar nada. E no final disso eu vou estar com você, em silêncio, teu imenso e profundo olhar. Nós vamos combinar algum jantar romântico e você ainda vai dizer que a gente se ajeita numa cama pequena. Porque entre nós tem muito essa coisa de amor, sabe? Não sei dizer quem dos dois é o mais romântico. E por isso tem todo esse medo de amar. E, por mim, tudo bem, sabe? Eu 'tô tão apaixonado que nem sei dizer a proporção disso. É intenso, é louco, é forte e, principalmente, é verdadeiro. Eu 'tô aqui, ouviu? Estou aqui pra te esperar. 
        Então, você adormece. Meu coração enobrece e a gente sempre esquece de tudo o que passou. Tudo isso que a gente tem, aqui, no silêncio de um olhar, numa reciprocidade de um sentimento e num toque doce e sublime de perfeição que é a sua face... Eu não sei como não me perder. A gente vai superar, a gente vai suportar e vai passar por cima de tudo isso. Se eu sei que no final fica tudo bem, eu te faço um poema e te cubro de amor. Vamos combinar assim? Então, confia em mim. Confia no teu amor que tudo o que um dia a gente sonhou e continuamos a sonhar vai se realizar. Te amo.
Do teu garoto.


N/A: Escrever em voz masculina é como escrever pra mim mesma, como querer que alguém escrevesse pra mim cada palavra dessa. Me deixem sonhar :( A música que escolhi hoje foi Não Precisa Mudar, Banda Eva. Escolhi essa porque estava assistindo mais uma vez as batalhas do The Boice Brasil 2014, e vi a batalha entre Vanessa Borges e Amarildo Fire. Que batalha! A química deles me inspirou a fazer esse texto. Meu próximo post é a tag "Minha história em 10 músicas". xoxo,


Deixe um comentário