Eu ando meio feliz, sabe, eu até estranho, a felicidade é uma coisa estranha, e o medo de perder se faz tão presente que você acaba não aproveitando esses pequenos momentos felizes.
De alguma forma tento permanecer com esse sorriso - mesmo que não seja o mais belo de todos - na minha face, tento mostrar pra mim mesma que não há motivos para lágrimas, não há motivos para simplesmente desistir. 
Na realidade, eu acredito que a tristeza também faça parte de todo o ciclo, mas você não se pode levar por ela. Muitas vezes eu me deixei levar e fui banhada por uma auto-pena e percebi que não estava sendo mais eu, aquela pessoa chorosa não era eu.
Tenho os meus momentos de achar que ta tudo errado, que eu não quero essa vida para mim, acho que eu poderia ser mais, acho que se meu nariz fosse mais fino eu seria mais feliz, eu sinceramente estava enganada. Não existe uma fórmula para essa felicidade, não existe modos, nem lugares, existem pessoas, pessoas que fazem nosso sorriso valer a pena. Talvez se meu nariz fosse mais fino, não conseguiria respirar direito, talvez se morasse no Havaí, fosse alérgica à frutos do mar. São inúmeros "talvez" que eu percebo que sim, eu posso ser feliz com isso que tenho, mas isso não significa que eu não queira mais. Afinal, esse não é o motivo da vida? Sempre em buscar de algo mais?
                                                                 


Deixe um comentário